Senac

Senac Bahia

ANTERIOR

Resultado de Seleção Garçom

PRÓXIMA

Resultado de Seleção Garçom

22 de jan de 2018 |

às 14:14

Casa do Comércio Deraldo Motta completa 30 anos

Casa do Comércio

Sempre quando mencionado, o edifício  Casa do Comércio, desde sua construção, vem acompanhado dos adjetivos “moderno”, “ousado”, “vanguardista” e “inédito”. Olhar para seus 54 metros, com estrutura metálica, vermelha e preta, é no mínimo instigante. Projetado para integrar as três entidades do Sistema - Fecomércio, Sesc e Senac – foi dado ao prédio a funcionalidade de servir como sede administrativa, centro de formação profissional e ponto de atrações artísticas e gastronômicas. Em 2018, a Casa do Comércio Deraldo Motta, completa 30 anos.

Quando começou a ser idealizado, o projeto da Casa do Comércio, feito pelos arquitetos Fernando Frank, Otto Gomes e Jader Tavares, tinha o objetivo de marcar o tecido urbano da cidade com suas linhas modernas e linguagem arquitetônica de vanguarda. Declarações feitas em 1986 captavam o olhar curioso sob o prédio, arrancando da população comentários como “veja que bonito, parece uma fogueira” – trecho que aparece na entrevista concedida pelos projetistas à revista Arquitetura e Urbanismo, antes da inauguração do prédio.

O presidente do Sistema Fecomércio-BA, Carlos de Souza Andrade reconhece o edifício como um grande marco econômico para Salvador. “A partir da Casa do Comércio, Salvador passou a experimentar novos serviços, como o Restaurante Escola do Senac e o Teatro Sesc. O edifício também serviu de base para o avanço dos trabalhos administrativos das três Casas do Sistema”, comentou.

Segundo o especialista em patrimônio arquitetônico, o professor e arquiteto Francisco Senna, a Fecomércio ousou ao implantar sua sede em uma região nova em desbravamento urbano, no final da década de 80. Com isso, marcou a cidade com modernidade a nível internacional, chegando a receber prêmios diversas vezes.

“Creio que o imaginário do povo baiano certamente associa a arquitetura da Casa do Comércio à postura social de vanguarda, ousadia e contemporaneidade da instituição Fecomércio. A arquitetura comunica por si só, como um grande cartão de visita, traduzindo a sua imagem como uma mensagem, um marco institucional”, comentou Senna.

A Casa do Comércio foi inaugurada no dia 28 de janeiro de 1988 e, desde então, transformou-se num monumento à modernidade em Salvador. Com sua estrutura metálica e vidro, sustentado numa torre de concreto armado, ele chama atenção e atrai os olhos com suas características inéditas, ousadas e modernas.