Senac

Senac Bahia

ANTERIOR

PRÓXIMA

27 de abr de 2018 |

às 16:16

Passaporte cultural: a viagem dos Jovens Aprendizes ao teatro soteropolitano

Senac Bahia

Neste mês de abril, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), em parceria com o Senac-BA, estreia o Programa Cena Aberta. O projeto piloto pretende fomentar a ida de jovens às produções de teatro e dança em Salvador – através do Cardápio Cultural oferecido pela Funceb. Ao todo, cerca de 2 mil Jovens Aprendizes serão beneficiados.  

A superintendente do Senac, Ana Rita Andrade, disse que participar da primeira edição do Programa Cena Aberta é uma honra para a instituição. “O Senac sempre está envolvido com ações que valorizem a educação e o aprendizado. Acreditamos que, junto à Funceb, podemos potencializar esse propósito com os nossos jovens aprendizes”, comentou a gestora.

 Segundo a diretora da Funceb, Renata Dias, a ação mobiliza fatores que dialogam até mesmo com as comunidades dos aprendizes. “Promover acesso à cultura modifica o contexto em que aquele jovem está inserido. A partir disso, ele terá novas referências para desenvolver senso crítico e ampliar seus conhecimentos ”.

A gerente de educação profissional, Carla Alessandra, reforçou a importância do projeto levar os jovens a novos espaços em Salvador: “Quando dissemos que eles receberiam o Passaporte Cena Aberta, ouvi comentários como ‘nunca pensei que teria um passaporte’. Ouvir e proporcionar isso, no meu lugar de gestora, é muito gratificante”.

O idealizador do projeto, Wanderley Meira, contou que é importante direcionar a arte como ferramenta de construção da habilidade crítica. “Proporcionar a aproximação entre os ambientes culturais e o público jovem - principalmente que mora em zonas periféricas - é desenvolver o coeficiente cidadão dele”, afirmou Meira, acrescentando que, dentro dessa trajetória, ter os colabores do Senac engajados com a causa é essencial para adesão e sensibilização dos aprendizes.

Essa primeira viagem começa no mês de abril e vai até novembro. Cada jovem tem direito a quatro entradas por mês. Fazendo as contas, a iniciativa, dentro dos oito meses de atuação, vai proporcionar mais de 60 mil entradas gratuitas para espetáculos de teatro e dança, em 2018, no circuito soteropolitano.